Take my hand and never let me go.

“Amor é bicho instruído
Olha: o amor pulou o muro
o amor subiu na árvore
em tempo de se estrepar.
Pronto, o amor se estrepou.
Daqui estou vendo o sangue
que escorre do corpo andrógino.
Essa ferida, meu bem
às vezes não sara nunca
às vezes sara amanhã.”
Carlos Drummond de Andrade    (via frasesmalfeitas)

(Source: oxigenio-dapalavra, via b-r-i-s-a-r)

“É difícil saber quem ainda se importa.”
A culpa é mesmo das estrelas?  (via thiagopolycarpo)

(Source: alentador, via girl-of-fake-smile)

“Chuva e saudade, quando apertam, choram.”
Eu me chamo Antônio   (via in-desej0s)

(Source: trechos-of-books, via in-desej0s)